“Aquelas Coisas Todas não é apenas mais um livro de memórias de Joyce Moreno. É uma antologia sobre música, encontros e ideias escrita por alguém que sempre manteve a curiosidade, a capacidade analítica e o faro de jornalista forjado no lendário Caderno B, do Jornal do Brasil. 

Dividido em duas partes, Aquelas Coisas Todas recupera textos que Joyce escreveu para Fotografei Você na Minha Rolleyflex, livro que lançou em 1997, em que relata fatos com senso crítico e faz uma análise relevante não só da música, mas da cultura brasileira como um todo. Em escritos mais recentes, ainda não publicados, ela se revela uma cronista de mão cheia tratando, com conhecimento de causa, de temas como o feminismo.

Os sortudos que a conhecem sabem que a música que faz não tem fronteiras, e é referência tanto para os sambistas contemporâneos da Lapa quanto para o rock das bandas internacionais Tortoise e Superchunk, sem contar os fãs fiéis do Japão. Joyce sempre transitou por todas as tribos, especialmente em um momento no qual cantores e compositores brasileiros estavam divididos, como ela bem conta neste livro. Por conta dessa versatilidade, ela consegue traçar um panorama vigoroso de nossa música por uma ótica singular.

A garota nascida em Copacabana tem muita história pra contar. E é curioso lembrar que em uma canção de 1969, Encontro Marcado, ela dizia “ter preguiça de ir pra frente”. Mas ela foi e está tudo aqui. Joyce Moreno continua tirando “fotografias” em sua Rolleiflex. Sem esquecer o principal: a música.

P..S: Bons entendedores vão sacar que o título é uma homenagem a Toninho Horta, velho amigo de Joyce.”

RENATO VIEIRA

 352 páginas
                                                                                                                       13,5x18cm
                                                                                               ISBN: 978-65-87249-21-6
                                                                                                                            R$59,00